Nino está no Fluminense desde 2019 (Foto: Lucas Merçon - FFC)

Medalhista de ouro com a seleção nos Jogos Olímpicos de Tóquio, Nino foi homenageado e eternizado na Sala de Troféus nas Laranjeiras. Jogador tricolor desde 2019, o zagueiro destacou a rápida identificação que criou com o clube.

Ao comentar o laço que hoje tem com o Fluminense, Nino apontou o bom ambiente no dia a dia no CT Carlos Castilho como um dos principais fatores.

— Esse laço que criei com o Fluminense foi algo que não pensei. Não foi planejado, aconteceu de maneira natural e rápida devido a vários fatores. Os funcionários, o ambiente de trabalho que temos lá no CT, o amor que as pessoas demonstram em trabalhar no Fluminense. Isso fez com que eu ganhasse mais rapidamente o amor pelo clube. Sou muito identificado, adaptado e feliz. Graças à confiança que todos demonstraram no meu trabalho. Hoje posso dizer que sou um tricolor de coração – disse.