Nino foi titular na equipe de André Jardine (Foto: Lucas Figueiredo - CBF)

Representante do Fluminense e titular da seleção brasileira em Tóquio, o zagueiro Nino foi um dos grandes destaques da equipe de André Jardine que conquistou o bicampeonato olímpico.

Na sua volta ao Brasil, o camisa 33 do Fluminense falou sobre os momentos mais difíceis nos Jogos e citou a disputa de pênaltis contra o México e a partida contra a Costa do Marfim, na qual o Brasil precisou jogar boa parte do confronto com um jogador a menos.

– Alguns, tiveram os pênaltis contra o México na semifinal. Mas enfrentamos algumas dificuldades, jogar com um a menos com a Costa do Marfim, atuar com um a menos na final. Campeonato de tamanho enorme assim, sabemos que sempre terão dificuldades. Mas, graças a Deus, conseguimos superar todas.