Nova Copa Sul-Minas-Rio já nasce “pesada”

Nova Copa Sul-Minas-Rio já nasce “pesada”

ligasulminasTreze clubes fundaram oficialmente a Liga Sul-Minas-Rio na última quinta-feira, em reunião na sede do Flamengo, na Gávea. Uma competição envolvendo dez clubes terá um peso no futebol nacional, que é levado em conta pelos dirigentes para que ela seja homologada pela CBF.

Pelo ranking da entidade,  as equipes da primeira edição do torneio seriam Flamengo, Fluminense, Cruzeiro, Atlético-MG, Coritiba, Atlético-PR, Grêmio, Internacional, Figueirense e Criciúma – entre os 13 fundadores, também estão os catarinenses Avaí, Joinville e Chapecoense. Só em termos de títulos, são 19 Campeonatos Brasileiros e oito Libertadores.

Se confirmados os participantes, seriam seis campeões brasileiros. O Flamengo lideraria a lista, com cinco títulos, seguido por Cruzeiro (4), Fluminense (4), Internacional (3), Grêmio (2) e Atlético-MG (1), totalizando 19 taças.

Na Libertadores, os participantes da Sul-Minas respondem por quase metade dos títulos brasileiros. Das 17 vezes que a taça foi levantada por um time do país, oito foram por participantes da Liga: duas vezes com Cruzeiro; duas, Grêmio; duas, Internacional; uma, Atlético-MG; e mais uma, Flamengo.

Já na Copa do Brasil, o peso dos clubes corresponde a mais de 50%. Cruzeiro (4 conquistas), Grêmio (4), Flamengo (3), Atlético-MG (1), Criciúma (1), Fluminense(1) e Internacional (1) foram campeões de 15 das 26 edições da competição até aqui, o equivalente a 57,6% do total.

Fora das quatro linhas, o peso da Liga também é grande. As equipes respondem por quase um terço da preferência dos torcedores brasileiros e metade dos 20 faturamentos de clubes em 2014.

Entre os maiores faturamentos de 2014, nove são clubes que disputariam a Copa Sul-Minas – o Avaí, que ficaria fora da competição, também integrou a lista. A arrecadação apenas dos participantes do torneio foi de 1,96 bilhão, 51,1% do total – com o time catarinense, a fatia subiria para 52%.

Nas arquibancadas, segundo a última pesquisa Ibope, de 2014, as equipes da Sul-Minas respondem por 31,6% da preferência nacional. Aparecem entre as maiores torcidas do Brasil: Flamengo (32,5 milhões), Atlético-MG (7 mi), Cruzeiro (6,2 mi), Grêmio (6 mi), Internacional (5,6 mi), Fluminense (3,6 mi) e Atlético-PR (2,4 mi).


Sem comentários