Ganso já mandou cinco bolas nas redes adversárias em 2022 (Foto: Marcelo Gonçalves - FFC)

Contratado em 2019 sob grande expectativa, Ganso demorou um bocado a deslanchar no Fluminense. Hoje vive grande momento e os números mostram que ele vive sua melhor temporada com a camisa tricolor.

No ano de sua chegada, também sob o comando do técnico Fernando Diniz (no início, depois ele foi demitido e a equipe passou pelas mãos de Oswaldo de Oliveira e Marcão), Ganso fez cinco gols e deu uma assistência em 47 partidas. Agora, já tem cinco bolas nas redes adversárias além de seis passes. Logo, participou diretamente de 11 gols tricolores.

Além dos números, na temporada atual, conquistou o primeiro título com a camisa tricolor, o do Cariocão Betfair 22.



Em 2020 e 2021, Ganso teve participações irregulares. Em 2020, deu duas assistências e fez um gol em 32 jogos. Já em 2021, atuou em 23 oportunidades com três gols e mais duas assistências.

Vale destacar que no ano passado Ganso teve uma grave lesão. Quando foi promovido a titular pelo então técnico Roger Machado, sofreu uma fratura no braço direito ainda em agosto ao tentar finalização de bicicleta em jogo com o Barcelona de Guayaquil, no Equador, pela Libertadores, passou por cirurgia e perdeu o restante da temporada.

Neste ano mesmo, começou como reserva do treinador Abel Braga. Foi ganhando chances (algumas no time B), subiu de produção, ganhou a vaga e não saiu mais.