Foto: Mailson Santana/FFC

Na temporada 2021, o Fluminense marcou 31 gols, sendo que apenas quatro no primeiro tempo. O técnico Roger Machado, após o primeiro Fla-Flu da decisão do Estadual, foi indagado sobre o jogo deste sábado. Na visão dele, a proposta com a escalação acabou não se concretizando por falta de velocidade.

– A escalação inicial era justamente para que a gente conseguisse fazer um jogo no primeiro tempo e tentar levar uma vantagem a partir do intervalo, imaginando que o Flamengo desse o campo que nos deu, mas que não conseguimos utilizar essas pernas de velocidade. Mas que bom que a gente tem um banco à altura e que com as trocas no segundo tempo, a gente teve uma outra postura. Controlamos e ficamos mais com a bola, não entregamos fácil a bola para o adversário e invertemos os lados. Então, foram dois tempos distintos: um do Flamengo, que chegou ao seu gol e que poderia ter chegado ao segundo, mas na segunda etapa nós voltamos diferentes, melhor, conseguimos o nosso gol e tivemos a bola principal da partida nos nossos pés. Poderíamos ter até vencido a partida. Cada treinador, eu e o Rogério (Ceni) pensamos o que o adversário vai propor de dificuldade e como você pode levar vantagem da característica do adversário. Hoje, no primeiro tempo, não saiu como a gente imaginava, mas no segundo tempo, com as trocas, as coisas fluíram melhores para a partida e a gente fez um bom segundo tempo – destacou.

O Tricolor volta a campo na próxima terça-feira, às 21h30, para enfrentar o Atletico Junior (COL). Se empatar ou vencer estará matematicamente classificado para as oitavas de final da Copa Libertadores.