Oito anos depois, Flu reencontra herói do título da Copa do Brasil

Oito anos depois, Flu reencontra herói do título da Copa do Brasil

2O destino recolocou Roger no caminho do Fluminense. Se em 2007 era aliado, a partir desta quarta-feira poderá ser algoz. O treinador do Grêmio marcou o belo gol do título inédito do Tricolor na Copa do Brasil de oito anos atrás, na decisão dramática com o Figueirense, no Orlando Scarpelli. Será o primeiro encontro do treinador com o ex-clube após aquela fatídica final. No embate entre Flu e Grêmio pelo turno do Brasileiro, Roger estava suspenso.

Após empate em 1 a 1, pela finalíssima da Copa do Brasil no Maracanã, só a vitória interessava aos cariocas. E ela veio logo aos três minutos. O centroavante Adriano Magrão cruzou e o então zagueiro Roger, dentro da área, matou no peito e de perna direita, que não é a boa, estufou a rede. O Fluminense sofreu, praticamente, 87 minutos, mas garantiu a conquista após 23 anos sem erguer uma taça nacional.

Muito tempo se passou. Roger encerrou a carreira e se dedicou aos estudos. Se formou em Educação Física e, antes de iniciar a carreira como auxiliar no Grêmio, mostrou todo a sua categoria também com as mãos ao assinar um blog no NETFLU, em 2010.

Depois do Grêmio, Roger, agora Machado, comandou no Juventude e Nova Hamburgo antes de voltar ao clube que o revelou neste ano como técnico.

Como jogador do Fluminense, entre janeiro de 2006 e dezembro de 2008, participou de 123 partidas – 107 como titular – e marcou dez gols.


Sem comentários