Abrindo as competições por equipes no nado sincronizado, as tricolores Duda Miccuci, Maria Bruno e Luisa Borges levaram a plateia ao delírio no Parque Aquático Maria Lenk, nesta quinta-feira, 19. Com a rotina técnica “Motoqueiras”, a equipe brasileira deu um show e ficou com o 6º lugar. As notas ainda precisam ser somadas à pontuação da próxima prova, de rotina livre. Até agora,  a seleção conquistou 84.7985, superando as atletas do Egito e da Austrália.

O rock pesado da música animou o público, que bateu palmas e gritou, sem tirar os olhos da piscina. Com movimentos vigorosos, as nadadoras cumpriram todas as etapas obrigatórias da prova e mostraram que vieram para ficar entre as melhores do mundo:

– Foram muitos meses de treino e uma cumplicidade enorme. Acho que conquistamos o público, era possível ouvir o barulho. Nossa apresentação foi ótima. Aumentamos a pontuação do Mundial de Kazan. Está sendo especial – contou Duda Miccuci, que também se apresentou na prova de dueto com Luisa Borges.

Quem também vibrou com a apresentação foi Maria Bruno:

– Foi lindo! Amei! Estou arrepiada! Não queria parar. Amanhã tem mais. Vamos trazer o Carnaval para as águas. Quero sentir novamente essa alegria.

A técnica Magali Cremona deu mais detalhes sobre a apresentação:

– Estamos muito felizes. Tudo como esperávamos. Entrar na piscina e sentir o calor da torcida foi especial, levantou a equipe. O coração bateu muito forte. Temos ainda uma outra competição amanhã. A coreografia é livre. Acho que elas entram ainda mais confiantes. Vamos sambar com a arquibancada – contou a técnica.

Nesta sexta, 19, será a vez da prova de rotina livre. A colocação do primeiro dia de disputa deixou as russas em primeiro lugar, com 97,0106, seguidas da equipe da China (95,6174), Japão (93,7723), Ucrânia (93,4413), Itália  (91,1142), Brasil (84,7985), Egito (75,9838) e Austrália (74,0667).

Vale lembrar  no Campeonato Mundial de Esportes Aquáticos, em Kazan, na Rússia,  as brasileiras conquistaram 82.937 pontos, ficando com a décima colocação.