(Foto: Mailson Santana/FFC)

Contratado no final da gestão Peter Siemsen, ao lado do meia Sornoza, junto ao Independiente Del Valle, o volante Orejuela trava uma batalha na Justiça contra o Fluminense.

De acordo com o portal “Flunews”, o equatoriano moveu uma ação contra o clube das Laranjeiras, cobrando um valor de R$ 2.398.172,67, referentes ao salário de janeiro de 2020, férias e FGTS do período de janeiro de 2017 à janeiro de 2020.

A ação foi ajuizada no última dia 22 de dezembro de 2020 e despachada na última sexta-feira (07) pela juíza da nona Vara do Trabalho, Daniela Valle da Rocha Muller.

Veja o detalhamento:

Aviso prévio em 50% – R$ 118.729,36;Férias proporcionais de 19/20, em 1/12 – R$ 16.490,19;1/3 sobre as férias – R$ 5.496,73;

Pagamento de saldo de salário de 20 dias do mês
de janeiro de 2020 – 
R$ 131.921,53;

Multa por não ter quitado as verbas na época própria – R$ 197.882,28;

Multa caso não efetue o pagamento das verbas incontroversas em primeira audiência – R$ 521.341,89;

Pagamento de 1/12 de férias proporcionais,
devidamente acrescidas de 1/3 Constitucional
 – R$ 21.986,92;

Honorários advocatícios nos pedidos que for
sucumbente em 15 %
. – R$ 312.805,1FGTS não depositado, bem como multa de 20% por se tratar de rescisão por mutua vontade – R$ 555.673,49;