(Foto: Mailson Santana - FFC)

Ex-técnico de Cazares quando o comandava o Atlético-MG, Thiago Larghi, não poupou elogios ao equatoriano. Em entrevista à Rádio Brasil, ele falou sobre as oscilações do jogador.

– O Cazares é um jogador que teve uma base no River Plate. Um jogador que tem uma expectativa muito grande dele. E aí, quando ele oscila, por vezes, é tratado como um desvio dele de conduta, não preparação, não levar a sério. Eu falo pelo período que eu tive com ele, onde a gente teve algumas oscilações sim, mas eu também procurava levar com naturalidade, tentando extrair do jogador, conversar com ele, trazê-lo pra gente, pra junto do time. Ele foi solícito por vezes em que a gente precisou que ele atuasse em outra posição, mostrou comprometimento, teve uma lesão, aí foi pro banco e recuperou a posição. Então, eu vejo que são flutuações naturais na carreira de um jogador de alto nível, obviamente, a gente espera uma constância de performance, de alto nível que vai ser capaz de levar aos títulos, que é, eu entendo que o grande diferencial quando numa equipe se conquista título é conseguir constância de performance. É jogar no alto nível o maior tempo possível – disse.

Vale lembrar que o gringo foi destaque do Fluminense no empate em 1 a 1 diante do River Plate (ARG), na última quinta-feira, na estreia da equipe tricolor na Libertadores da América.