Para Abel, não levar gol significa jogo de xadrez para o adversário

Para Abel, não levar gol significa jogo de xadrez para o adversário

Empate sem gols ou vitória mínima sem time ser vazado agrada muito Abel

O tema “gol fora de casa” tem dominado as discussões no Fluminense. Em recente declaração, Abel Braga polemizou, afirmando que prefere empatar em seus domínios por 0 a 0 do que ganhar por 2 a 1. O treinador explicou a importância de não tomar gol em casa e as consequências que isso traria para a segunda e decisiva partida.

– Não é dilema. O que faz não sofrer os gols são dois fatores fundamentais: concentração e organização. São detalhes. O sistema, sim, preocupa, pois sabemos que temos de vencer, mas não tomar gol. É aí que entra a grande discussão. Já coloquei a minha posição: prefiro decidir em casa. Mas dependendo da situação, pode ter sido ótimo iniciar em casa. Mesmo se for empate ou vitória com vantagem mínima de gols (sem tomar), o adversário vai para o outro jogo sabendo exatamente que não pode se atirar. O Olimpia não se atirarou contra o Tigre. Mas porque? Tinham feito gol fora. Por acaso marcaram numa bola que foi levantada e no rebote fizeram um gol – argumentou.