(Foto: Lucas Merçon - FFC)

Com os dias contados no Fluminense, Hudson fez um balanço positivo de sua passagem. O volante se recupera de cirurgia no joelho direito e teve o contrato estendido até o fim de janeiro, mas não faz parte dos planos. Mas qual foi o principal momento de sua passagem por duas temporadas no clube?

Em 2020, apesar do time não ter conquistado o Estadual, foi campeão da Taça Rio ao bater o Flamengo, nos pênaltis. Esta conquista ficará na memória do jogador.

– Acho que é. Nos clássicos a gente conseguiu sair vitorioso, nós sabemos da importância que têm os clássicos aqui e da qualidade do time do Flamengo, principalmente nos últimos anos. Dessas vezes a gente conseguiu sair vitorioso, eu participei de algumas delas. Acho que esses clássicos foram os ápices. Claro que a gente queria muito mais, sempre quer muito mais, mas se vê que o Fluminense está cada dia melhor. O time de 2021 era melhor que o de 2020, e o de 2022 tem tudo para ser o melhor dos últimos anos, pelos reforços que chegaram. Independentemente de ficar ou não, minha torcida vai ser sempre porque é um grupo especial, diferente e que foi muito importante para mim – disse.


Entre 2020 e 2021, Hudson fez 48 jogos e um gol pelo Fluminense.