Peter rebate acusações de ex-vice de planejamento estratégico

Peter rebate acusações de ex-vice de planejamento estratégico

 

Peter diz que ex-cartola se omitiu de questões importantes

Acusando Peter Siemsen de centralizar o poder no Fluminense e insatisfeito com o acordo feito pelo Maracanã não ter sido debatido pelos poderes no clube, José Ademar Arrais renunciou recentemente ao posto de vice-presidente de planejamento estratégico. Por sua vez, o mandatário tricolor rebateu as acusações.

– Durante a negociação, demos conhecimento ao Conselho Diretor, ouvindo opiniões diversas de cada passo do processo. O Sr. Arrais esteve presente em todas as reuniões e foi um dos poucos vices que não expressou opinião. Ainda houve um segundo momento em que ele teve conhecimento do exato teor do contrato, em reunião com o Ideal Tricolor, na qual o presidente compareceu –  disse Peter Siemsen através da assessoria de imprensa do clube.

Peter também criticou a omissão do antigo cartola tricolor no que diz respeito à condução do acerto pelo Maracanã, como não ter participado de um ciclo de palestras no clube no início de 2012.

– Na ocasião foram apresentadas diversas sugestões para organização do clube e o vice-presidente não só não apresentou nenhum relatório, como não apresentou nenhuma recomendação sobre as sugestões que foram feitas. No passo seguinte, o presidente solicitou, ouvindo o departamento de Esportes Olímpicos, que ele apresentasse sugestões para a reorganização da área. Oferecemos todo apoio para a realização e não ouve iniciativa. Esta aí a comprovação de que não há centralização. Ele renunciou depois de muito tempo no cargo e sem dizer a que veio – afirmou.