estadioO início das obras no terreno onde será construído o centro de treinamento do Fluminense animou Peter Siemsen. O mandatário sonha em estruturar o Estádio Manoel Schwartz, nas Laranjeiras, para voltar a receber jogos oficiais.

O presidente tricolor já encomendou um estudo de viabilidade, mas as dificuldades são grandes e variadas. O estádio é tombado pelo patrimônio histórico e o segundo andar da arquibancada está condenado. Além disso, fora a verba que seria necessária, o clube ainda dependeria de liberação dos órgãos governamentais, que analisariam, entre outras coisas, o impacto no trânsito.

– Certamente não é algo para este meu mandato, é para a próxima diretoria. É preciso pensar com carinho no que será feito. O sonho é ter um estádio, uma arena de menor porte. Cairia bem para o clube, mas o desafio é muito grande. Temos um projeto bonito em parceria com uma empresa americana, mas o grau de dificuldade é grande. Dependemos de órgãos públicos, patrimônio histórico… É um desafio enorme, mas importante. A ida do time para o CT é fundamental, senão não adiantaria discutir nada disso – disse.


Sem comentários