Ferj ignora recusa do Flu e registra jovem atleta do clube no...

Ferj ignora recusa do Flu e registra jovem atleta do clube no Vasco

Fluminense teve divergências com a Ferj

Mais polêmica em pauta nas relações entre o Tricolor e a Federação do Rio. A disputa pelo futebol do meia-atacante Paulo Vitor, de apenas 15 anos, parece não ter fim. Após o Fluminense responder um e-mail da Ferj dizendo que não concordava em liberar o jogador para o Vasco, a entidade aceitou a inscrição do jogador no BIRA, e também no BID (Boletim Informativo Diário) da CBF.

A inscrição é datada do dia 31 de março, às 16h18, quatro dias depois da troca de e-mails entre Ferj e Fluminense. Nas mensagens, a entidade impôs ao Tricolor um prazo de 24 horas para responder se concordava ou não com a liberação do jogador, e o clube respondeu negativamente logo depois. O nome de Paulo Vitor consta também na CBF, no BID, às 16h43. A mudança de clube ocorreu contra a vontade do Flu, que tem um contrato de formação com o jogador.

A confusão, no entanto, está longe de acabar. Os outros clubes das Séries A e B já receberam a denúncia do Fluminense, que protocolou o sumiço do jogador tanto na Ferj e na CBF.

Haverá uma análise de toda a situação, e o Vasco poderá sofrer sanções. Uma delas é dos próprios clubes das Séries A e B, que vão debater sobre o caso e analisar de acordo com o código de ética da entidade.

Se o Fluminense provar que está com a bolsa formação do atleta em dia e a documentação está regularizada (o clube alega que sim) e ficar provado o aliciamento, o Vasco será boicotado de competições como Taça BH, Copa São Paulo de Juniores e todos os torneios não organizados pela CBF até que se resolva a situação.

Caso a CBF tenha a mesma opinião sobre o caso, o Vasco poderá até ser suspenso por dois anos de competições de base, conforme a norma de conduta entre clubes criada pela entidade em julho de 2014.


Sem comentários