Por conta de desordeiros, sócios podem ser impedidos de ver treinos

Por conta de desordeiros, sócios podem ser impedidos de ver treinos

Alguns torcedores promoveram baderna nesta tarde nas Laranjeiras (Foto: Paulo Brito - NETFLU)
Alguns torcedores promoveram baderna nesta tarde nas Laranjeiras (Foto: Paulo Brito – NETFLU)

O protesto desordeiro de alguns torcedores do Fluminense, na tarde desta terça-feira, nas Laranjeiras, pode respingar em associados sem histórico de confusão. Vice de futebol do clube, Mário Bittencourt admite que algumas medidas podem vir a ser tomadas no sentido de trazer segurança a quem trabalha no Tricolor.

– A gente tem de proteger os que trabalham aqui. E é o que se diz: “pagam os justos pelos pecadores”. Quem realmente quer vir para apoiar, pode ficar impedido. Nós vamos ver medidas. Nós nos tornamos cada vez mais um clube democrático. Permitimos que o torcedor vote, abrimos o treino para não sócio pagar e ver. Infelizmente, por razão de alguns poucos, todos vão ter de sofrer e não poder ver treinos. Não só pela segurança, mas condições de trabalho. Amanhã tem um jogo importante e os profissionais precisam de tranquilidade para trabalhar – comentou.


Sem comentários