Imprensa pôde acompanhar parte da atividade da última quinta (Foto: Mailson Santana - FFC)

O Fluminense vive bom momento dentro dos campos e muito desse sucesso é atribuido ao técnico Fernando Diniz. Reportagem do portal ge desta sexta-feira traz um detalhamento de como é o dia a dia dos trabalhos comandados pelo treinador em atividades no CT Carlos Castilho junto ao grupo.

Na quinta, foi liberado que a imprensa acompanhasse parte do treinamento tricolor. E ficou evidente uma coisa. Intensidade e repetição aparecem como pilares para Fernando Diniz.

Durante a parte que os jornalistas puderam presenciar, Diniz comandou uma atividade em campo reduzido, dividindo-se em quatro times de cinco jogadores na linha, além do goleiro. Cada dupla de equipes se enfrentava durante dois minutos em ritmo intenso. Ao fim do cronômetro, os outros dois se encaravam, e assim por diante.


A atividade tem como objetivo trabalhar pontos marcantes da equipe sob o comando de Diniz: aproximação, toque rápido e intensidade. O trabalho também costuma ser feito antes do coletivo, mas em menor intensidade. A solidariedade na marcação, que envolve desde a zaga até Germán Cano, também é um dos pontos trabalhados no dia a dia.

Fora disso, a equipe vem trabalhando muito a bola parada. Na era Diniz, foram oito gols marcados a partir de escanteios, sendo cinco em cobranças na área, dois em jogada após o tiro de canto e uma em escanteio curto.

Os treinos mais longos também já não são novidade no Fluminense. Desde que chegou ao clube, em maio deste ano, o treinador implementou mudanças no dia a dia do CT Carlos Castilho, como maior duração dos treinamentos, regenerativo em campo e trabalhos mais intensos.

Por fim, Fernando Diniz também tem como costume apresentar muitos vídeos aos seus comandados afim de corrigir erros e apresentar características de futuros adversários.