Fluminense caiu nas oitavas de final nesta edição (Foto: Reprodução)

O Fluminense apostou num time mais “cascudo”, mas não foi bem sucedido na Copa São Paulo de Futebol Júnior. Caiu nas oitavas de final ao perder por 2 a 1 para o Santos. Ainda assim, alguns jogadores se destacaram. O portal ge listou os cinco principais atletas na disputa e que podem ganhar um espaço maior na equipe principal.

Confira a avaliação do site:

1º – John Kennedy



Apesar de ter iniciado a Copinha sem grande destaque, John Kennedy ganhou confiança e se tornou o nome do time. Cresceu ao longo da competição sendo a principal esperança de gols da equipe e sendo decisivo na segunda e na terceira fase da competição principalmente.

Contra o Santos, fez o dele e foi o mais lúcido do time, se movimentando bem e dando trabalho mesmo para zagueiros de maiores portes físicos – por pouco não conseguiu o empate nos minutos finais, mas parou no goleiro adversário. Deixa a competição com cinco gols e uma assistência, sendo um dos diferenciais desta geração e mais uma vez pedindo oportunidade nos profissionais.

2º – Alexsander

Alexsander foi um dos destaques e um dos jogadores mais regulares da equipe ao longo de toda a Copinha. Cresceu muito na competição e mostrou muita consciência defensiva, mas também habilidade para começar as jogadas de ataque. Tem grande visão de jogo e, mesmo mais franzino, protege muito bem a bola.

Serviu como um “motor” do time nas transições da defesa para o ataque e, apesar da eliminação precoce da equipe, saiu com moral por tudo que apresentou. Inclusive, foi bastante elogiado nas redes sociais pelos torcedores e já começou a despertar o interesse da Europa.

3º – Jhonny

Foi um dos jogadores que mais chamaram a atenção até a eliminação para o Santos, em que acabou sendo ofuscado. Antes das oitavas, porém, se destacou pela presença ofensiva, ao mostrar que sobe bem ao ataque e pelos cruzamentos precisos, que resultaram em gols e foram determinantes para o time.

Foi autor também de um gol na primeira fase e ganhou o carinho dos torcedores nas redes sociais, quando teve o estilo de jogo até mesmo comparado ao de Alexander-Arnold, lateral-direito do Liverpool e da seleção da Inglaterra. Deixa a competição na expectativa por uma possível chance entre os profissionais do clube.

4º – Luan Brito

Filho do ex-jogador Marco Brito, Luan Brito esteve preterido nos primeiros jogos, mas terminou como uma espécie de 12º jogador do Fluminense na Copinha. Mesmo saindo do banco e ficando menos tempo em campo, mostrou faro de gol e balançou as redes três vezes na competição – duas a menos que o artilheiro do time, John Kennedy. E chegou a receber proposta do Dínamo de Kiev, da Ucrânia.

5º – Wallace

Mesmo não apresentando o mesmo destaque que os outros da lista, Wallace se mostrou um volante de habilidade, com o recurso do drible, boa condução de bola e muita presença ofensiva. Chamou a atenção também pela frieza ao marcar um golaço de calcanhar contra a Ponte Preta, que foi mal anulado pela arbitragem por impedimento.

Contra o Santos, foi dele a assistência para Jhon Kennedy que deu esperança para uma reação. Porém, o time se perdeu em campo após sua saída durante o segundo tempo.