(Foto: Mailson Santana - FFC)

O Fluminense faz sua estreia no Campeonato Carioca de 2021 nesta quinta-feira, às 21h, contra o Resende, no Maracanã. O Tricolor terá em campo um time alternativo, formado por atletas sub-23, sub-20, sub-17 e alguns jogadores do time profissional.

Pensando nisso, o portal GE fez uma lista com nomes das categorias de base de Xerém para a torcida verde, branca a grená ficar de olho. Jovens valores que podem se destacar e receber mais chances na temporada. Confira:

Pedro Rangel



Um dos destaques do sub-20 na última temporada, o goleiro Pedro Rangel, de 20 anos, “furou a fila” de João Lopes e será testado em sua primeira partida profissional pelo clube. Com 1,91 m de altura, o atleta foi contratado em definitivo em dezembro de 2020 como substituto de Marcelo Pitaluga, vendido para o Liverpool, da Inglaterra. Inicialmente, considerou-se até em utilizar Marcos Felipe, titular da equipe principal, contra o Resende, mas o técnico Roger Machado não viu necessidade.

Daniel Lima (Dani Bolt)

Após um imbróglio entre seus representantes e o Fluminense, Daniel Lima – ou Dani Bolt – renovou com o clube por quatro anos e foi titular ao longo do Campeonato Brasileiro Sub-23 em 2020. O lateral-direito de 21 anos, inclusive, chegou a ser relacionado para alguns jogos dos profissionais na temporada passada, mas só entrou em campo no último minuto da vitória por 4 a 2 sobre o Goiás, em outubro. Esta, portanto, será sua primeira oportunidade de mostrar serviço nas competições principais.

Luan Freitas

Com 20 anos e idade ainda para compor o sub-20 na última temporada, o zagueiro Luan Freitas já assumiu a posição de titular na equipe sub-23 e, por vezes, apareceu na lista de relacionados do grupo principal. Figurinha já constante nas convocações para as seleções de base, é bastante “requisitado” por parte da torcida, que terá a chance de vê-lo pela primeira vez em campo em uma partida dos profissionais.

Metinho

Visto como uma das principais joias do badalado time sub-17 de Xerém, Metinho é mais um que já foi convocado para seleções de base e, com apenas 17 anos, deve ficar no banco à disposição de Aílton nesta quinta-feira. Capitão da “Geração dos sonhos”, o volante já está negociado com o Grupo City e, no final do ano, deve se transferir para o Troyes, líder da Segunda Divisão da França.

Gabriel Teixeira

Camisa 10 do sub-20, Gabriel Teixeira não deve ser titular, mas pode ser opção interessante para Aílton ao longo da partida. O meia de 19 anos marcou quatro gols em 19 jogos pela sua categoria em 2020, além de ter sido aproveitado também na equipe de aspirantes, quando balançou a rede uma vez em seis partidas. Em dezembro, o atleta renovou com o clube até o fim de 2023.

Kayky

Grande promessa da “Geração dos sonhos”, o atacante de 17 anos, assim como Metinho, já está negociado com o Grupo City e só deve ficar no clube até o fim desta temporada, quando irá defender o Manchester City, da Inglaterra. Até lá, porém, a torcida terá a chance de vê-lo em campo pelas competições profissionais, a começar pelo Campeonato Carioca nesta quinta-feira. A expectativa em cima de Kayky é tanta que o atleta já foi chamado de “Neymar canhoto” e foi eleito o melhor jogador do mundo de sua categoria pelo perfil “Football Talent Scout”.

Samuel Granada

É o mais conhecido entre os que a torcida ainda pouco viu. Aos 20 anos, Samuel “Granada” já teve a oportunidade de se apresentar aos tricolores, inclusive, com um belo “cartão de visitas”. Entrou no segundo tempo da vitória sobre o Goiás por 3 a 0, em janeiro, e marcou o último gol no triunfo por 3 a 1 sobre o Ceará. Mas por enquanto foram só 34 minutos no profissional. Se com pouco tempo já conseguiu guardar o dele, a expectativa é grande para vê-lo como titular.

Alexandre Jesus

Autor do gol da vitória no jogo-treino sobre o Madureira, no final de fevereiro, o atacante de 19 anos se transferiu do Cruzeiro para o Flu em dezembro e é uma das novidades de Xerém para 2021. Na temporada passada, Alexandre Jesus chegou, inclusive, a ser aproveitado no time principal da Raposa, marcando um gol na Copa do Brasil, mas foi afastado da base celeste por ato indisciplinar considerado “gravíssimo” em novembro. Era considerado uma joia em Belo Horizonte.