Portuguesa adia entrada na Justiça comum

Portuguesa adia entrada na Justiça comum

Ilídio Lico tem pressa para ir à Justiça comum
Ilídio Lico tem pressa para ir à Justiça comum

Na cruzada para tentar virar a mesa do Campeonato Brasileiro e se manter na Primeira Divisão, a Portuguesa adiou a entrada na Justiça comum. O presidente do clube, Ilídio Lico, havia dado esta sexta-feira como prazo para entrar com uma ação, mas diz que o departamento jurídico ainda cuida da situação, mas já demonstra pressa para resolver a questão.

– Quem está cuidando é o jurídico. As pessoas que estamos contratando (para a defesa) querem também ver direito o que pretendemos, as possibilidades. Eles estão fechando com um grande nome para isto. Não estamos barrigando. Estamos só vendo de que maneira entrar. Se dependesse de mim, já teria entrado (na Justiça comum), mas trabalhamos em conjunto – afirmou.


Sem comentários