A prefeitura do Rio de Janeiro publicou, no Diário Oficial de hoje, um decreto que autoriza a presença de público com lotação de 50% da capacidade do local em eventos esportivos realizados na cidade. A medida passa a vigorar a partir da próxima terça-feira (21).

De acordo com o decreto, “fica autorizada a realização de competições esportivas com a presença de público em estádios e ginásios, com esquema vacinal completo de todos os presentes, respeitada a lotação de 50% da capacidade do ambiente”

“Considera-se o esquema vacinal completo pessoas acima de 60 anos, após 14 dias da dose de reforço, e pessoas de 15 a 59 anos, após 14 dias da segunda dose da vacina.”

Na última quarta (15), o Flamengo contou com a volta da torcida no Maracanã na partida contra o Grêmio, pela Copa do Brasil. A diretoria do Fla conseguiu a autorização para uso de 35% da capacidade do estádio, ou público de 24.533 pessoas. Os dirigentes gremistas tentaram anular a liberação, mas não obtiveram sucesso na empreitada.

Horas depois do jogo, já na madrugada de ontem, veio o efeito suspensivo à liminar do Flamengo após recursos de 17 clubes e da CBF. O despacho foi feito pelo auditor do Pleno do STJD, Felipe Bevilacqua, relator do processo na instância máxima da Justiça Desportiva brasileira.

Agora com a suspensão da autorização do Fla, os times do Brasileirão e a CBF tentarão chegar a um acordo sobre o assunto público nos estádios no conselho técnico de 28 de setembro. Segundo decisão anterior do próprio conselho técnico, o público só será aceito na Série A se 100% das praças tiverem autorização.