Presidente da Comissão de Arbitragem não crê em profissionalização

Presidente da Comissão de Arbitragem não crê em profissionalização

Sérgio Corrêa diz que profissionalização melhoraria arbitragens, mas considera difícil (Foto: Reprodução do SporTV)
Sérgio Corrêa diz que profissionalização melhoraria arbitragens, mas considera difícil (Foto: Reprodução do SporTV)

Já não é de hoje que o nível das arbitragens no futebol brasileiro vem deixando a desejar. Apontada por muitos como a solução, a profissionalização da classe é vista com ceticismo justamente pelo presidente da Comissão de Arbitragem da CBF, Sérgio Corrêa.

Para Corrêa, tal medida encontraria muitos entraves.

– Nós teremos uma cidade chamada “arbitrolândia”, onde todos estariam reunidos para fazer os trabalhos? Como seria a legislação, o tempo de serviço, contribuição previdenciária? Então, não é tão simples como as pessoas colocam. Que iria melhorar, isso sem dúvida – comentou.


Sem comentários