Rubinho critica a Liga: “Querem implantar a ditadura da minoria”

Rubinho critica a Liga: “Querem implantar a ditadura da minoria”

rubenslopes-ferj-vicentesedaNa queda de braço entre Federações e clubes, por ora, pelo menos para a CBF, venceu os presidentes que estão há anos no poder das entidades estaduais. O presidente da Ferj, Rubens Lopes, diz que não há comparação entre a Primeira Liga e os outros campeonatos regionais e diz que há uma inversão da ordem de valores.

– Essa Copa Verde é para dar um pouco mais de atividade aos clubes que não participam de competições mais importantes. A Copa do Nordeste não é liga, é uma associação à qual foi destinada a competência e incumbência de organizar, gerenciar uma competição que foi formatada e aprovada pelas federações regionais. Todas as federações com clubes envolvidos na Copa do Nordeste se reuniram e criaram as regras. Não foi liga fundada, não foi movimento de insurreição, separatista, de rebeldia. Quadro completamente diferente do que estamos propagando com esse tal Sul-Minas… Rio… Sei lá o quê. Esse nome aí que todo mundo que dar e vai aí para fora. Essa Copa do Nordeste não terá mais o direito de indicar seu campeão a uma competição sul-americana, o que acho que tira uma atrativo. Que nem essa Sul-Minas, que vai levar aonde? Vai levar para lugar nenhum. Isso (Sul-Minas-Rio) é, para alguns, a salvação, para alguns é argumento de campanha e para outros no geral é prejudicial ao futebol brasileiro. Em detrimento de muitos, eles querem apenas privilegiar uma minoria. Querem implantar a ditadura do minoria, subvertendo totalmente os princípios democráticos, que são aqueles em que a maioria prevalece em relação à minoria – declarou Rubinho, afirmando que a Liga, se aprovada, seria ilegal:

– Diz o estatuto da CBF com toda clareza que à CBF compete homologar ou não liga nacional da qual participem todos os clubes das séries A e B. Todos! Quando o dispositivo fala em “todos”, não tem exceção. Isso não deve ser feito, não vai ser feito e não pode ser feito por decisão monocrática: do presidente ou por órgão executivo, pela diretoria. O julgamento e a análise de reconhecimento de liga é competência exclusiva da Assembleia Geral. Ponto. Qualquer coisa diferente disso está errada.


Sem comentários