(Foto: Ursula Nery - Ferj)

Presidente da Federação de Futebol do Rio de Janeiro (Ferj), Rubens Lopes criticou duramente a prefeitura do Rio de Janeiro após a Secretaria Municipal de Saúde revelar, em nota, que irá aplicar uma multa ao Maracanã por conta da aplicação de multa devido à presença de público no Fla-Flu desse último sábado.

O órgão considerou que o fato de o jogo ter tido torcedores convidados pelo Flamengo e pela Federação carioca (O Flu optou por não levar nenhum convidado) foi uma “infração sanitária classificada como gravíssima”, apontando uma punição no valor de R$14.060,72 à administração do estádio.

– Quando se trata do interesse da CBF e da Conmebol, nada é obstáculo para se colocar cinco mil pessoas no estádio, de qualquer jeito, sem protocolo e sem qualquer cuidado que não seja a mímica do ilusionismo conveniente. Quando a ciência sucumbe à política ou a outros interesses, pouco se pode fazer. Aguardem o início do Campeonato Brasileiro e poderão ver que tudo passará a valer e ser possível – disse ele.