Estádio de Edson Passos ainda não recebeu jogos oficiais neste ano

O Giullite Coutinho não recebe jogos profissionais, mas, segundo Léo Almada, presidente do America, detentor do estádio, o Fluminense está próximo de atuar por lá novamente. Ele trouxe atualizações a respeito.

– Em 31 de dezembro, um vendaval levou a nossa cobertura. Em função disso, o Ministério Público compareceu ao nosso estádio e fez uma vistoria. Fez uma série de exigências, independentemente da cobertura, a respeito de instalações, rampa para pessoas com deficiência física, colocação de elevador, etc e tal. Havia um processo de alguns anos correndo no Ministério Público. A partir daí colocou várias exigências que não se compara a outros estados que não vou nominar para não causar problemas políticos com os co-irmãos. Na minha opinião, o America possui o melhor estádio do Rio de Janeiro, só perdendo para o Vasco. Essas exigências são legais, estamos de acordo com elas, mas precisamos que o Ministério Público dê uma oportunidade de o America começar a cumpri-las, mas não impedir que realizemos jogos tanto do America quanto do Fluminense. Três dirigentes do Fluminense, inclusive, compareceram a essa reunião com o Ministério Público.  Ficou decidido o seguinte: Vamos apresentar à prefeitura de Nova Iguaçu um projeto para ser cumprido em 180 dias. A aprovação dele em 15 dias nos foi prometida. Em seguida, a prefeitura dará alvará provisório de 90 dias com extensão de mais 90. Esperamos que ainda esse mês America e Fluminense possam voltar a jogar lá – esclareceu Léo Almada, que completou:

– Eu acho que ainda esse mês, no fim do mês terá jogo. Se houver partida do Fluminense de menor porte poderá utilizar nosso estádio. Segunda-feira, dia 19, ficou marcada outra reunião no Ministério Público de Nova Iguaçu e daí para frente poderá ocorrer a realização de partidas.