(Foto: Lucas Merçon - FFC)

O sócio-torcedor do Fluminense chegou perto de bater a marca dos 40 mil associados no fim da última temporada, mas não alcançou. Ao contrário, acabou tendo uma queda e, atualmente, registra pouco mais de 31 mil sócios adimplentes, de acordo com o contador. Em entrevista ao GE, o presidente Mário Bittencourt comentou a previsão de lançamento de novos planos para atrair mais torcedores.

– Na verdade a gente continua segurando o lançamento porque, depois de muitos estudos, nós chegamos à conclusão que a relação do sócio-torcedor com qualquer clube está muito vinculada à ida ao estádio. Então lançar os planos sem estádio não tem sentido, porque todo o programa foi construído com relação à frequência no estádio. Questão de pontuação que o sócio recebe, dos eventos que tem direito quando acumular pontuação etc – disse ele, complementando:

– Então, primeiro quero agradecer o fato de ainda termos mais de 30 mil pessoas pagando mesmo sem estádio para ir, demonstra que nossa torcida continua ajudando o clube, mas lançar um novo plano agora, que prevê ida ao estádio… Vamos continuar segurando e esperando que minimamente volte o público nos estádios. E até porque a gente deu algumas garantias para os sócios que se mantiveram pagando, que possam ir ao estádio assim que reabrir, pelo fato de estarem pagando desde aquela época (início da pandemia) – afirmou.