Presidente reconhece necessidade de vender jogadores

Presidente reconhece necessidade de vender jogadores

Gerson é um dos valores do Fluminense a despontar e gerar atenção de clubes de fora (Foto: Bruno Haddad - FFC)
Gerson é um dos valores do Fluminense a despontar e gerar atenção de clubes de fora (Foto: Bruno Haddad – FFC)

Em um momento de transição, Peter Siemsen reconhece que o Fluminense deve vender um ou mais jogadores até o fim do ano. Após a saída da Unimed e o acerto com a Viton 44, o presidente admite a necessidade de uma negociação para fechar o caixa tricolor na temporada.

– A filosofia de venda de jogador está sendo implementada. É necessária até para questão financeira. Nossa conta esse ano só fecha com venda de atletas, ou atleta. Nossa negociação chegou num momento ruim, de pós-Copa do Mundo. O nível de remuneração do nosso patrocínio não era o que esperávamos para um primeiro momento. Mas era uma necessidade. Não poderia ficar sem. Para o ano que vem, já entramos com condições de bancar nossa folha com receitas ordinárias do Fluminense. Com vendas, podemos fazer novas contratações e até investir na estrutura, o que é importante – explicou.

Atualmente, o Fluminense tem valores formados em casa que já chamam a atenção de clubes de fora. Entre eles, destacam-se Gerson e Kenedy.


Sem comentários