Proprietários de cadeiras cativas planejam ação contra exclusão

Proprietários de cadeiras cativas planejam ação contra exclusão

O governo do Rio de Janeiro anunciou que proprietário das cadeiras cativas e/ou perpétuas do Maracanã não terão privilégios nas competições que a Fifa organizará e, também, nas Olimpíadas de 2016. Esse fato fez com que os donos do espaço resolvessem entrar com uma ação contra a medida.

 

– Quando teve aquela situação dos portões fechados na Libertadores, algumas pessoas entraram com ação e a Justiça mandou entrarem no estádio. Chegaram lá com liminar e disseram: “Estamos entrando”. Mas lá o estádio estava vazio, tinha espaço para todo mundo. No Maracanã, pode ser que todos os ingressos estejam vendidos. E aí? Como vão equacionar se chegaram com uma liminar dizendo a mesma coisa? – questiona o advogado Kutwak.