(Foto: Marcelo Gonçalves - FFC)

Com o retorno de Ganso, o Fluminense deve ter novamente a parceria entre ele e Nathan no meio de campo quinta-feira, contra o Unión Santa Fe, na Argentina, pela penúltima rodada do Grupo H da Copa Sul-Americana. Mesmo a dupla gerando enorme expectativa nos tricolores, eles jogaram pouco juntos na temporada.


No total, os meias só estiveram em campo ao mesmo tempo em 2022 durante 118 minutos, sendo em apenas dois jogos como titulares.

Ganso começou o ano como reserva do então técnico Abel Braga e, gradativamente, ganhou espaço, a posição e fazia grande temporada até sentir uma lesão na coxa direita em jogo contra o Palmeiras, já sob o comando de Fernando Diniz. Já Nathan fez o caminho inverso. Na primeira partida do ano, foi titular, e depois amargou o banco com o ex-treinador, recuperando a posição com o atual.


A minutagem dos dois juntos em campo, diga-se de passagem, não aumentou por conta da ausência de Ganso nas duas últimas partidas. Veja como foram as quatro vezes que o camisa 10 e Nathan formaram parceria na meiúca tricolor:

Até os 19 minutos do segundo tempo contra o Volta Redonda no Luso-Brasileiro, no Campeonato Carioca, quando o time fez três gols com Nonato, Manoel e Calegari;

Nos seis minutos finais diante do Millonarios, da Colômbia, em São Januário pela Copa Libertadores;

Durante 28 minutos do segundo tempo contra o Junior Barranquilla, da Colômbia, no Maracanã pela Copa Sul-Americana, quando a equipe também fez um gol, com Luiz Henrique;

E nos primeiros 18 minutos diante do Palmeiras no Allianz Parque, pelo Campeonato Brasileiro.