(Foto: Ricardo Ayres - Photocamera)

Em seu blog no portal GE, o jornalista Paulo Vinícius Coelho, o PVC, publicou um texto em homenagem ao atacante Fred, que bateu uma marca história nessa última quarta-feira e tornou-se o segundo maior artilheiro da história do Fluminense, com 185 gols marcados.

De acordo com o comentarista, Fred é a maior contratação da história do clube. Em seu texto, PVC relembra a chegada do camisa 9 às Laranjeiras, em 2009, e sua trajetória de gols e títulos com a armadura verde, branca e grená.

Confira, na íntegra:

“Se você pensar que Fred é, desde ontem, o segundo maior goleador da história do Fluminense e que o recordista, Waldo, foi formado nas Laranjeiras, já deu para entender que representa o maior artilheiro entre os contratados. Nos anos 1940 e 1950, o Fluminense tinha ídolos formados em casa: Castilho, Waldo, Telê…

Agora terceiro maior goleador, Orlando Pingo de Ouro veio do Náutico, baratinho. Recebeu o apelido após marcar quatro gols em uma vitória sobre o Bonsucesso, num dia chuvoso. José de Araújo escreveu que Orlando parecia um pingo d’água e valia ouro.

A contratação mais badalada da história do Fluminense é a de Rivelino. No tempo do troca-troca, o presidente Francisco Horta recebeu a pedida de Cr$ 8 milhões, de Vicente Matheus, para tirar a Patada Atômica do Parque São Jorge. Horta regateou e acertou tudo por Cr$ 3 milhões, mais a arrecadação de dois amistosos.

Convertidos, os Cr$ 3 milhões de 1975 equivalem a aproximadamente US$ 400 mil. Também há Romerito, Assis, Washington. Todos históricos. Todos com menos jogos e menos gols do que Fred possui com a camisa tricolor..

A geração de Rivelino foi bicampeã carioca, o que não era pouca coisa, porque o estadual tinha outro valor. Assis, Washington, Romerito, Branco, Ricardo Gomes, Paulo Victor ganharam o tri estadual e foram campeões brasileiros de 1984. Muita coisa.

Mas Fred é o décimo-quinto em número de partidas (323), o maior goleador em partidas oficiais e o segundo maior artilheiro de todos os tempos, atrás de Waldo (319 x 185).

O anúncio de sua contratação aconteceu em 4 de março de 2009. A Unimed se comprometeu a pagar os 600 mil euros devidos pelo Lyon ao centroavante. Fred tinha mercado para aceitar propostas de até 10 milhões de euros anuais, na Europa. Optou por ganhar 50% disso, nas Laranjeiras: “Eu era o diretor do América, quando ele subiu. Apostei na relação dele, com o fato de jogar no Maracanã, com o que poderia acontecer com ele no Fluminense”, diz Alexandre Faria, diretor-executivo que tratou da contratação.

Fred ganhou dois brasileiros, um estadual e, mais do que isto, entrou no coração de uma geração de torcedores. Porque veio sem pagamento para o Lyon, diferentemente de Rivelino, é possível dizer que Fred foi o melhor negócio da história do Fluminense. A melhor contratação de todas.

Claro que isto dá discussão e você pode discordar. Mas Fred é o maior ídolo do Fluminense moderno. Daí, a melhor contratação de todos os tempos“.