Quantidade de tricolores na seleção deixa Abel orgulhoso

Quantidade de tricolores na seleção deixa Abel orgulhoso

Abel acredita que mais jogadores do Fluminense, como Carlinhos, poderiam estar na seleção (Foto: Photocamera)

O Fluminense é o clube que mais cederá jogadores para a seleção brasileira. Diego Cavalieri, Jean e Fred disputarão a Copa das Confederações. Apontado pelos atletas como uma das razões para o sucesso, Abel Braga não esconde o orgulho com a quantidade de atletas do clube defendendo o Brasil na competição. O técnico, inclusive, considera que outros, como Carlinhos, por exemplo, poderiam ter a mesma oportunidade.

– É um reconhecimento do trabalho. Eu fiquei muito feliz pelos atletas porque eles fizeram por onde. Outros já estiveram nesta situação. É o caso do Carlinhos, que está merecendo, está em um momento muito bom. O Nem já esteve, o Thiago já esteve. Nós estamos sempre falando: nós temos um grupo forte, nos temos que estar bem, temos que estar disputando todas as competições. Porque a amarelinha é o sonho de todo mundo. Então eu me sinto orgulhoso pelos meus atletas, pelo meu clube, por ser o clube que mais colocou jogadores na seleção. Me sinto orgulhoso, gratificado, lisonjeado. É aquele trabalho de todo dia, que você está sempre cobrando, dizendo que pode render mais, pode fazer mais. O Jean teve uma preocupação quando ele chegou aqui. Ele falou assim: “professor, eu sou segundo volante”. Eu falei: ‘”u sei, mas se um dia eu precisar de você como lateral direito você vai jogar como lateral direito. Tinha saído o Mariano… E o que aconteceu? Ele está na seleção como lateral direito. A vida muda. Futebol é o “feeling”, e não tem como você precisar o “feeling”. Como o Fred colocou, eu me sinto orgulhoso de estar no clube que mais cedeu jogadores que vão representar o Brasil na Copa das Confederações – disse.