(Foto: Lucas Merçon - FFC)

Por uma dívida referente à aquisição do meia-atacante Michel Araújo, o Fluminense foi acionado na Fifa pelo Racing (URU), que cobra os valores não pagos pelo Tricolor. O clube verde, branco e grená comprou 50% dos direitos do atleta em 2020 por US$ 800 mil dólares (cerca de R$ 3,3 milhões na cotação da época).

O pagamento seria feito em seis prestações, no entanto, em razão da pandemia da Covid-19, o Flu atrasou os depósitos e só conseguiu quitar metade desse valor. De acordo com o GE, a Fifa já confirmou que a ação entrou em pauta na Câmara de Resolução de Disputas. O valor de US$ 400 mil restantes equivale a quase R$ 2 milhões na cotação atual.

Vale lembrar que essa não é a primeira vez que o clube é acionado na Fifa. O Independiente del Valle (EQU) e o Boston River (URU) também já haviam o feito, cobrando dívidas referentes aos atletas Sornoza e Orejuela, no caso do primeiro, e De Amores, no caso do segundo.

Michel Araújo tem contrato com o Fluminense até o fim de 2023, mas foi emprestado por uma temporada ao Al Wasl, time que é comandado pelo técnico Odair Hellmann, ex-treinador tricolor, nos Emirados Árabes. O clube árabe, porém, tem opção de compra no valor de US$ 3 milhões de dólares (R$ 16,8 milhões) ao fim do período.