Dia de despedidas nas Laranjeiras. Além da saída do diretor executivo geral do Fluminense, Marcus Vinícius Freire, o coordenador digital do Fluminense, Bruno Brum, responsável pelas mídias sociais do clube, pediu demissão.

Uma de suas principais funções era coordenar as redes do Tricolor, bem como a agência interna do clube, que produzia todo o material de publicidade do Fluminense, tais como adesivagem do CT, Laranjeiras e Maracanã; campanha “AbraceOFlu”; o luto no dia das mulheres; ação da Fox (quando todos os comentaristas vestiram a camisa do Flu num programa daquele canal) e até panfleto para a área do social e apresentação comercial.

Apesar deste contexto considerado positivo internamente, as críticas para a utilização das redes do Fluminense sempre foram muito grandes, principalmente no ano passado. Bruno chegou ao clube no mês de março de 2017, para fazer parte da equipe montada pela ex-chefe da comunicação tricolor, Carina Ceroy.

O NETFLU apurou que um dos motivos para o profissional entregar o cargo foi o desenvolvimento de outros projetos. Bruno também foi procurado pela reportagem do site número 1 da torcida tricolor, mas preferiu não se manifestar.  Através de sua conta pessoal no Twitter, porém, ele se manifestou, publicando um banner com alguns dos feitos enquanto esteve à frente da coordenação de mídias digitais.