Reunião na Ferj para debater futuro do Maracanã é adiada

Reunião na Ferj para debater futuro do Maracanã é adiada

Fluminense seria representado pelo presidente Pedro Abad

Aconteceria nesta terça-feira, na sede da Federação de Futebol do Rio de Janeiro, uma reunião para debater o futuro o Maracanã. Ela, porém, foi adiada, a pedido do presidente Rubens Lopes, já que o imbróglio entre a concessionária que administra o estádio e o Governo do Estado persiste.  O Fluminense seria representado por seu mandatário, Pedro Abad. O encontro ocorrerá na próxima segunda-feira, dia 23.

A Odebrechet, sócia majoritária do consórcio, vai recorrer da liminar do Governo do Estado que obriga que eles reassumam a concessão do estádio. A construtora alega que não foram feitos todos os reparos necessários que o Comitê Rio 2016 deveria realizar para devolver o estádio.

Entre os motivos alegados pela concessionária para não reassumir a administração do Maracanã estão: falta de laudo que evidencie que não houve danos à cobertura do estádio com fogos utilizados nas cerimônias; falta de cadeiras nas arquibancadas; recolocação de catracas eletrônicas; publicidade do Comitê para a cerimônia de encerramento; e um painel de energia danificado.