Rival nega aliciamento de jogador da base do Fluminense

Rival nega aliciamento de jogador da base do Fluminense

PVO Fluminense acusa o Vasco de aliciar o jogador da categoria infantil Paulo Vitor, de 15 anos, e já notificou Ferj e CBF.  Em São Januário, o clube não teme o assunto e diz estar preparando o documento que rebate a versão tricolor.

– O Vasco tinha uma linha e nós temos outra. O Vasco ficou muito desvalorizado, ninguém respeitava… O principal é que nós temos uma pessoa que representa o clube, que é o presidente. Não vão mexer como mexiam. Faço a mesma coisa aqui (na base). Não faço sacanagem, não alicio jogador. Se um jogador quiser vir para o clube… O Vasco está aberto. Os outros clubes fazem a mesma coisa – afirmou Álvaro Miranda, representante das categorias de base do Cruzmaltino, e filho do presidente Eurico Miranda.

Paulo Vitor já esteve no Vasco, em 2007. Há um ano e meio treina em no CT do Fluminense, em Xerém.

– Quem trouxe o Paulo Vitor foi a gente (Vasco). Ele chegou em 2007. Está há um ano e meio no Fluminense, mas foram cinco anos aqui no Vasco. Quem tem direito de formador? Como o Fluminense vai pleitear isso? O menino me procurou e quer vir para o Vasco. Ele não quer ficar no Fluminense. Não tem essa, o Vasco não dá dinheiro para o jogador. Ele foi lá (no Flu) três vezes e não resolveram. “Ah, pediu R$ 1 milhão.” Não sei. Ele já notificou o Fluminense e hoje não tem nenhum documento de vínculo com o clube. Ele tem um contrato de formação, mas esse contrato não é chancelado na federação. Ele está livre, quer vir, e o Vasco está aberto – disse Álvaro.


Sem comentários