Rodrigo Caetano admite preocupação constante com arbitragem

Rodrigo Caetano admite preocupação constante com arbitragem

Rodrigo Caetano diz que muitas vezes os árbitros renomados são os que mais erram

Não é de hoje que as arbitragens vêm chamando muito a atenção em jogos importantes com erros, às vezes, grosseiros. E Rodrigo Caetano admite uma preocupação constante com tal situação. De acordo com o diretor executivo do Fluminense, nunca dá para se saber o que está por vir com os homens do apito.

– É uma preocupação constante. Você nunca sabe o que está por vir. Às vezes você vai para o jogo esperando uma má arbitragem e ela passa sem problemas. Às vezes é um árbitro experiente e ele interfere no resultado. É caso do Amarilla, um dos árbitros mais experientes e renomados e fez o que fez contra o Corinthians. Espero sempre manter o cuidado, estar atento, mas não tem muito o que fazer. É uma incognita. Antes falavam que na Libertadores os árbitros deixam rolar, mas muitas das vezes não é isso. Prefiro esperar o jogo para fazer as considerações – comentou.

O uruguaio Roberto Fedorczuk apitará a partida entre Olimpia e Fluminense, quarta-feira, no Defensores del Chaco, pela volta das quartas de final da Libertadores.