Rodrigo Caetano diz que se clube tomar alguma medida no futuro será internamente (Foto: Photocamera)

Rodrigo Caetano afirmou que o Fluminense não tem uma posição oficial em relação ao caso envolvendo Wellington Silva. De acordo com o diretor-executivo, caso haja alguma medida a ser tomada em breve, a mesma será feita internamente.

– Não temos posição. Por enquanto, trata-se de uma questão da vida pessoal do jogador. E, futuramente, caso haja alguma decisão da nossa parte, ela será feita internamente como sempre – disse.

Wellington Silva, de acordo com investigações preliminares da polícia, estava no Complexo da Maré no último domingo e teria sido chamado quando traficantes da região começaram a espancar o jogador Bernardo, do Vasco, por ter saído com a mulher de um dos chefes da região. O lateral-direito do Fluminense teria, inclusive, negociado com os bandidos para eles não executarem o atleta cruz-maltino.