Roger reconhece que resultado mexe com o time (Foto: Lucas Merçon - FFC)

O Fluminense não vence há quatro jogos no Campeonato Brasileiro (duas derrotas e dois empates) e, para piorar, sofreu uma goleada do Athletico por 4 a 1, quarta, de virada, em Volta Redonda, no compromisso anterior ao jogo contra o Flamengo. Situação essa que faz Roger Machado admitir o aumento da pressão para o clássico do próximo domingo, na Neo Química Arena.

Em contrapartida, o treinador faz projeção de receber reforços que desfalcaram a equipe nas últimas partidas por questões médicas.

— Às vésperas de um clássico, penso que esse resultado mexe muito com a gente, pelo jogo e pelo placar. E no final de semana a gente tem um clássico importante. Essa instabilidade com Campeonato Brasileiro, Copa do Brasil Libertadores acabam tirando um pouco dos trilhos o trabalho, que a gente espera retomar com saída de jogadores também do departamento médico, para gente buscar mais opções para esse clássico. Não tenha dúvida que o único clássico que a gente tem para disputar contra equipes do Rio de Janeiro, além de toda a responsabilidade que gera em cima desse jogo, também vai ter uma pressão aumentada em razão do resultado, da atuação e do placar – disse.


Na derrota frente ao Athletico, Roger não contou com os lesionados Samuel Xavier, Caio Paulista e Raúl Bobadilla. Quem também esteve fora, mas por suspensão e ficará à disposição para o Fla-Flu é Abel Hernández.