(Foto: Lucas Merçon/FFC)

A derrota por 2 a 1 para o Red Bull Bragantino na noite desta quarta-feira, em Bragança Paulista, pela Copa do Brasil, terminou com comemoração do Fluminense. Isso porque, apesar do resultado, o Tricolor avançou de fase, já que havia vencido na ida por 2 a 0. Em entrevista após o jogo, o técnico Roger Machado comentou a postura do Time de Guerreiros, sua estratégia e elogiou o adversário.

– A estratégia que a gente adotou… Nós não jogamos para nos defender, mas para que tirássemos as principais virtudes do nosso adversário, que são as bolas invertidas e pesando com muitos jogadores dentro da área. Nas oportunidades que tivemos de contra-atacar, por vezes elas foram interrompidas por erros de passes. Depois do nosso gol, houve as trocas, mas não tanto pelas características dos jogadores que entraram, mas por entrarem em um jogo com um ritmo quente, demoraram um pouco a entrar no jogo – disse ele, complementando:

– E o adversário motivado, no desespero para retirar a diferença, foi para cima. O primeiro gol foi um descuido nosso na bola parada, não ficou ninguém na frente da bola para impedir a cobrança rápida, e depois era natural a pressão de final de jogo. Tomei a providência de colocar o Braz de primeiro volante, já jogou assim outras vezes, para que ele naturalizasse o passe e pudesse ajudar também de zagueiro nas bolas aéreas. Mas não penso que ter entrado com jogadores mais leves tenha sido o resultado da diminuição da pressão. Foi muito mais o ímpeto do adversário – finalizou.