Roger enxergou superioridade do Grêmio na maior parte do jogo

Roger enxergou superioridade do Grêmio na maior parte do jogo

3A avaliação de Roger Machado, treinador do Grêmio, é a de que seu time foi melhor do que o Fluminense na maior parte do confronto de quarta-feira, na Arena. Para o treinador, faltou mais capricho na conclusão das jogadas, mas não deixou de elogiar a qualidade técnica e tática do adversário.

– Claro que dói sair da Copa do Brasil. Foi um jogo difícil, mas era perfeitamente possível. O que a gente pode tirar de aprendizado é que são os detalhes que decidem as partidas e por consequência a vaga. Foi um jogo em que nós dominamos a maior parte. O Fluminense foi um time muito dedicado defensivamente e taticamente, ocupou os espaços. Numa saída de bola, a gente errou por dentro. O ataque na sequência teve o gol do Fred. Fica de aprendizado. Temos que estar atentos a todos os detalhes. O que serve de conforto, foi ver nossa equipe empurrando o Fluminense. Conseguimos o empate, mas não era o suficiente – disse Roger, para, em seguida, completar:

– Temos que nos permitir sofrer hoje. Amanhã (quinta-feira) e pronto. No futebol não há muito espaço para lamentar. O Fluminense teve o mérito na estratégia e fez o gol. Tivemos volume grande de jogo no primeiro tempo. As principais ações foram nossas. No segundo tempo mais ainda. O que nos faltou foi o refinamento final. O bom passe semifinal. Nosso volume de jogo foi muito grande. A gente tem que analisar a forma como ocorreu a eliminação, pelo gol fora que o adversário fez e pela nossa incapacidade no jogo de não conseguir vencer o goleiro adversário pro segundo gol. Fizemos um grande jogo.


Sem comentários