(Foto: Mailson Santana - FFC)

O Fluminense iniciou sua jornada no Campeonato Brasileiro com um empate de 0 a 0 com o São Paulo. Mas poderia ter começado ganhando. Afinal, teve as melhores chances da partida e ainda desperdiçou um pênalti com Nenê. Após o jogo de sábado, no Morumbi, Roger Machado foi questionado sobre a escolha do meia como batedor, uma vez que Abel Hernández estava em campo e havia convertido os dois que bateu no Estadual.

Sereno, o técnico tricolor falou da opção e defendeu Nenê.

— A escolha é definida pela comissão técnica e por mim. Dependendo do jogo a gente tem uma ordem dos batedores para penalidades. Nenê é um batedor eficaz. Errou hoje (sábado), mas acertou inúmeros outros. Não é obrigatoriedade de sempre ser o centroavante a bater. Por isso a escolha pelo Nenê, mas faz parte – disse.

Passado o empate de 0 a 0 com o São Paulo, o Fluminense agora volta suas atenções para a estreia na Copa do Brasil. Na quarta, recebe o Red Bull Bragantino no Maracanã, pela ida da terceira fase.