Roger Machado avaliou queda do Fluminense na Libertadores (Foto: Divulgação - FFC)

O Fluminense venceu o Cerro Porteño por 1 a 0, terça-feira, no Maracanã, e se classificou para as quartas de final da Copa Libertadores, mesmo estágio para o qual também conseguiu avançar na Copa do Brasil. Ainda assim, Roger Machado ainda tem seu trabalho questionado por tricolores em redes sociais por conta do desempenho do time em campo. Situação essa minimizada pelo treinador.

Com serenidade após a vitória sobre a equipe paraguaia, o técnico tricolor afirmou considerar normal o desejo dos torcedores de verem a equipe atuando bem, mas também apontou a dificuldade de disputar três competições simultaneamente com o nível lá no alto.

— Acho que o nível de exigência no futebol brasileiro é sempre alto. Torcedor quer que vença e dê sempre espetáculo. Está no seu direito. Mas a gente que trabalha do lado de cá sabe como é difícil estar em três frentes e ser competitivo. Trabalho há 30 anos no futebol e a avaliação definitiva do jogador é só depois que ele para, e a do treinador é só depois que ele morre. Porque ao longo da trajetória, ora vai ser competente e ora incompetente de acordo com os resultados. Não tem nada de errado, mas faz parte de como as coisas funcionam no nosso meio – opinou.