Rubens Galaxe torce para “guerra interna” não atrapalhar Cristóvão

Rubens Galaxe torce para “guerra interna” não atrapalhar Cristóvão

Cristóvão Borges é visto por Rubens Galaxe como o técnico ideal para dar jeito no Fluminense (Foto: Photocamera)
Cristóvão Borges é visto por Rubens Galaxe como o técnico ideal para dar jeito no Fluminense (Foto: Photocamera)

Ex-companheiro de Cristóvão Borges no Fluminense, Rubens Galaxe considera o técnico apto a trazer um bom ambiente e recolocar a equipe nos eixos. Mas ele se preocupa com os constantes problemas entre Peter Siemsen, presidente do clube, e Celso Barros, da patrocinadora Unimed. O ex-jogador torce para esse clima não atrapalhar o trabalho do treinador.

– Acho que sim. Ele deve ser o terceiro ou quarto treinador num curto espaço de tempo (ano passado Abel Braga, Vanderlei Luxemburgo e Dorival Júnior comandaram a equipe. Neste ano, Cristóvão entra no lugar de Renato). As coisas não deslancham. Deve ter algum entrave lá dentro, essa guerra interna. Não basta você ser o melhor, o ambiente precisa estar bom. Há dois gestores, o presidente e o patrocinador, que não sei porque tem tanta influência. É uma relação conturbada. Deveria haver uma conversa entre ambos, num ambiente favorável e favorecendo ao Fluminense. Não essa briga, prejudicando o clube e o torcedor fica frustrado – comentou.


Sem comentários