Evanilson e Marcos Paulo são duas das grandes promessas do time atual do Fluminense (Foto: Lucas Merçon - FFC)

O site do jornal Lance divulgou, neste sábado, a duração dos contratos dos jogadores jovens com o Fluminense. Nomes como Miguel, Marcos Paulo, Evanilson, Fernando Pacheco e Nino fazem parte das promessas/realidade a serviço do Tricolor.

Confira aqui até quando vão os vínculos dos jogadores com o Flu:

Marcos Felipe (24 anos) – O goleiro teve algumas chances neste ano e é, hoje, o segundo na fila. Tem contrato até julho de 2022.

Marcelo Pitaluga (17 anos) – Um dos talentos da base tricolor, o goleiro apareceu no banco de reservas, mas ainda não estreou no profissional. Tem vínculo até fevereiro de 2022.

Frazan (23 anos) – Sondado por equipes da Europa, Frazan sofreu grave lesão, o que atrapalhou qualquer plano de ir para fora do país. O contrato atual vai até 2022.

Daniel (20 anos) – Cria da base do Fluminense, ele subiu neste ano, mas não teve oportunidades. O contrato vai até o final deste ano.

Higor (21 anos) – Chegou ao Fluminense para jogar no sub-20 e ficou no banco em algumas partidas do Carioca, mas não entrou em campo. Tem contrato até o fim deste ano.

Diogo (22 anos) – O defensor passou por diversas categorias da base do Flu, sendo inclusive emprestado ao Samorin, projeto que o clube tinha na Europa. Neste ano, foi relacionado uma vez, mas não entrou. O vínculo vai até dezembro deste ano.

Nino (23 anos) – Apesar de não ter sido formado na base do Fluminense, Nino é um dos jogadores com mais destaque da equipe e esteve no Pré-Olímpico pela Seleção Brasileira. Neste ano, ele renovou o contrato até dezembro de 2022.

Cesar (20 anos) – Cria da base tricolor, ele ainda não teve chances neste ano. Contrato até dezembro de 2021.

Wisney (20 anos) – Relacionado para a goleada por 5 a 1 contra o Bangu e no Flu desde 2012, ele ainda não entrou em campo. O vínculo é válido até junho de 2021.

Miguel (17 anos) – Tratado como joia pelo Fluminense, Miguel ainda não despontou neste ano e acabou lesionado antes da parada. Ele tem contrato até junho de 2022.

Nascimento (20 anos) – Criado no Fluminense desde 2015, o meia integrou o banco de reservas em alguns jogos de 2020, mas não chegou a entrar. Tem contrato até junho de 2021.

Wallace (19 anos) – Atuou em quatro jogos pelo sub-20 neste ano e foi relacionado para duas partidas do profissional, mas não entrou em campo. O contrato é até dezembro de 2023.

Paulo Victor (20 anos) – Criado no Fluminense e com passagem pelo Ceará, o jogador retornou neste ano e ficou na reserva em cinco jogos, mas não entrou. Contrato até dezembro de 2022.

Marcos Paulo (19 anos) – É a grande promessa do Fluminense neste momento e tem potencial alto de venda. O contrato dele é válido até junho de 2021.

Lucas Barcelos (21 anos) – O atacante fez quatro jogos em 2020, todos pelo Carioca, mas ainda não marcou gols. O vínculo é apenas até o final deste ano.

Matheus Alessandro (23 anos) – Já joga no profissional do Fluminense desde 2017 e foi emprestado ao Fortaleza no ano passado, mas ainda não rendeu o esperado. O contrato vai até dezembro de 2020.

Gabriel Capixaba (22 anos) – Teve algumas oportunidades na equipe principal neste ano, apesar de ter o planejamento de ser mais usado no sub-23. Tem vínculo até o fim deste ano.

Evanilson (20 anos) – Formado pelo Fluminense e um dos destaques do ano, ele teve nove partidas e cinco gols marcados. O vínculo é válido até dezembro de 2021.

Fernando Pacheco (20 anos) – Também não foi formado pelo Flu, mas tem grande potencial e é jovem. Pelo Tricolor, fez oito jogos e um gol, além de atuar no Pré-Olímpico com a seleção peruana. O contrato foi firmado até dezembro de 2023.