Igor Julião está no Kansas City, dos Estados Unidos
Igor Julião está no Kansas City, dos Estados Unidos

Negociados ou emprestados, a maioria dos jogadores que fizeram parte do elenco do Fluminense vice-campeão da Copa São Paulo de Futebol Júnior ainda buscam um lugar ao sol. Todos profissionais, a maioria foi emprestada para adquirir experiência e, quem sabe, auxiliar o Tricolor na volta. Confira o destino de cada um:

Silézio (goleiro)
Deixou o clube ainda em 2012, emprestado ao Sport. Depois passou por Tupi-MG e, em 2014, disputou a segunda divisão do Campeonato Carioca pelo São Gonçalo como reserva.

Fabinho (lateral-direito)
Vendido a um grupo de investidores, passou pelo Rio Ave, Real Madrid B e jogou com frequência no Mônaco (FRA) nesta temporada. Já foi especulado em clubes ingleses.


Wellington Carvalho (zagueiro)
É um dos poucos a figurar no elenco dos profissionais, mas teve poucas chances de jogar até o momento. Chegou a ficar quase dois anos sem atuar, até voltar contra o Tupi-MG pela Copa do Brasil 2014.

Léo Lelis (zagueiro)
Foi emprestado em setembro de 2013 ao Videoton-HUN, e disputou o Campeonato Húngaro na temporada 2013/14.

Fernando (lateral-esquerdo)
Emprestado ao Paços Ferreira-POR, disputou o Campeonato Português na última temporada. Retornou ao Fluminense. Pode atuar como lateral ou meia.

Willian (volante)
Chegou a jogar algumas vezes nos profissionais, mas não se firmou entre os titulares. Foi emprestado ao Sport para disputar a Série A.

Rafinha (volante)
Entre os que não foram emprestados, é o que mais atuou pelo elenco principal, com 25 partidas. Reserva, entra com frequência nas partidas e compõe o grupo com tranquilidade. Foi titular em vários jogos no Brasileirão 2013.

Eduardo (meia)
Um dos destaques do time na Copa São Paulo de 2012, Eduardo subiu aos profissionais no ano passado, mas também não conseguiu se firmar e acabou emprestado ao Ceará para disputar a Série B.

Higor (meia)
Eficiente na bola parada, Higor foi emprestado ao Avaí no ano passado e recentemente voltou ao futebol catarinense, também por empréstimo. Jogará o restante do Brasileirão pelo Criciúma.

Marcos Junior (atacante)
Ganhou notoriedade ao subir já em 2012 para os profissionais, chegou a marcar um gol na final do Campeonato Carioca, mas perdeu espaço em 2013. Foi emprestado ao Vitória. De todos, é o que mais jogou pelo clube, com 43 partidas.

Michael (atacante)
Já soma oito gols em 20 jogos pelo Fluminense, mas teve a evolução atrapalhada por uma suspensão após cair no antidoping. Com a concorrência de Walter e Fred, acaba atuando pouco e pode ser emprestado nos próximos dias.

Igor Julião (lateral-direito)
Titular durante boa parte do Brasileiro de 2013, caiu de produção na reta final. Neste ano, foi emprestado para o Sport Kansas City (EUA).

Ronan (lateral-esquerdo)
Apontado como um jogador promissor, não teve boas atuações quando solicitado. Foi emprestado para o Legia Varsóvia (POL), clube que possui parceria com o Fluminense.

Rafael Assis (meia)
Também emprestado, jogou o Campeonato Mineiro de 2014 pela Caldense.


Sem comentários