Fluminense tem de passar o São Paulo ou permanecer em quinto e torcer por título do Palmeiras da Copa do Brasil (Foto: Mailson Santana - FFC)

O empate por 1 a 1 contra o Santos, domingo, na Vila Belmiro, foi um duro golpe às pretensões do Fluminense de se classificar diretamente para a fase de grupo da Libertadores. A situação ficou mais complicada, mas não impossível.

Em quinto lugar com 61 pontos, o Tricolor precisa encerrar o Campeonato Brasileiro em quarto para conseguir a vaga direta sem ficar de olho na Copa do Brasil. O São Paulo, quarto com 63, só pode fazer mais um ponto nos dois jogos que tem pela frente: contra o Botafogo, nesta segunda, no Engenhão, e diante do Flamengo, quinta, no Morumbi.

Caso o São Paulo consiga no máximo um empate nestas duas partidas, o Fluminense fica com a quarta posição se vencer o Fortaleza, quinta, no Maracanã, pela última rodada. Os dois empatariam em pontos (64), mas o Tricolor carioca ultrapassaria em número de vitórias (hoje ambos têm 17).

A situação mais plausível, no entanto, é manter a quinta posição e torcer para o Palmeiras vencer a final da Copa do Brasil, contra o Grêmio. Neste caso, por já ser também o campeão da Libertadores, o Verdão abriria mais uma vaga direta na fase dos grupos, que iria diretamente para o quinto do Brasileirão.

Para assegurar de vez a quinta posição, o Fluminense precisa no mínimo de um empate com o Fortaleza para abrir três pontos de vantagem sobre o Grêmio. Se ambos terminarem com o mesmo número de pontos (caso cheguem a 62), o Tricolor carioca já tem três vitórias a mais que os gaúchos.