Clubes iniciarão montagem em período diferente por conta do calendário alterado (Foto: Mailson Santana - FFC)

Os reflexos da pandemia do novo coronavírus seguirão no calendário do próximo ano. Informa o jornalista Marcel Rizzo, em seu blog no Uol, que as janelas de transferências internacionais em 2021 acontecerão em períodos diferentes do habitual. Segundo o colunista, a Fifa reservou dois períodos para os clubes do Brasil poderem contratar jogadores de fora. A primeira será de 12 semanas e a segunda de quatro, conforme estabelece o regulamento da entidade. A inicial será de 1º de março a 23 de maio e a segunda de 1º a 30 de agosto.

Normalmente, os períodos no Brasil acontecem entre o fim de janeiro e o fim de abril e entre 1º e 30 de julho.

Tal mudança ocorre justamente para adequar o calendário por conta das paralisações de torneios mundo afora em virtude da pandemia da Covid-19. O Brasileiro, por exemplo, irá até fevereiro. A montagem do elenco, consequentemente, terá início em maio.

Essas datas, vale destacar, são referentes a transferências internacionais e não contempla as transações locais.