Jogo mudou de Bogotá para Armenia por conta de proibição da prefeitura da capital boliviana de realização de eventos esportivos (Foto: Reprodução)

Por conta na alteração do local, o Fluminense precisou fazer duas viagens para o jogo desta quarta-feira, contra o Independiente Santa Fe, pela segunda rodada do Grupo D da Libertadores. Num primeiro momento, a delegação foi para Bogotá, onde originalmente estava marcada a partida. Depois, seguiu para Armenia. O gasto total com os voos fretados foi de cerca de R$ 1 milhão na logística, segundo revela o site ge.

Responsável por cobrir os gastos do visitante conforme manda o regulamento da Libertadores, o Santa Fe chegou a oferecer ao clube três aviões bimotores (de pequeno porte), opção recusada pela diretoria. A intenção inicial no Flu era de realizar a viagem na noite de terça para Armenia, mas não foi possível pelo pouco tempo hábil.

O Fluminense enfrentará o Independiente Santa Fe, às 21h (de Brasília), no Centenário de Armenia. A partida não pode ser disputada em Bogotá por conta de decreto publicado nesta semana pela prefeitura da capital boliviana proibindo, entre outras coisas, a realização de eventos esportivos, para conter a ainda alarmante pandemia de coronavírus.