Samuel sobre protesto da torcida: “É um direito deles também”

Samuel sobre protesto da torcida: “É um direito deles também”

Samuel deve ficar no banco como opção contra o Caracas (Foto: Photocamera)Voltando a ganhar espaço no Fluminense depois que Michael foi pego no antidoping pelo uso de cocaína, o atacante Samuel não se incomodou com o protesto dos torcedores nas Laranjeiras. Segundo ele, os fãs do Time de Guerreiros também têm o direito de se manifestar caso o Tricolor não esteja correspondendo dentro de campo.

– A torcida é assim mesmo. O papel é apoiar, mas a crítica é um direito deles também. Nós temos de jogar bola. Eu tento não trazer este protesto para cá porque isso pode me atrapalhar. O importante é ser algo pacífico – afirmou.