Sandro Lima nega falta de ética

Sandro Lima nega falta de ética

O ex-vice de futebol do Fluminense, Sandro Lima, encerrou a polêmica acerca de sua saída do clube. Na visão dele, não houve falta de ética no caso e que não deveria dar satisfação à diretoria de sua relação com a Unimed.

– O contrato entre a minha empresa e a Unimed não tem como objeto qualquer atividade que eu desempenhei no Fluminense. Não entendi em momento algum que precisasse dar conta dessa atividade ao clube. Não há porque falar em ética nesse caso, no meu ponto de vista. Não recebia salário da Unimed. Recebia um pagamento por contrato para uma atividade específica que nada tinha a ver com minha atuação no clube. E assim continua – afirmou.