Falecido em outubro de 2016, Carlos Alberto Torres, o maior capitão da seleção brasileira e tricampeão mundial em 1970 , completaria 74 anos nesta terça-feira. O ex-lateral foi um dos craques da lendária Máquina Tricolor e foi vítima de um infarto fulminante.

Torres foi revelado nas categorias de base do Fluminense e estreou pelos profissionais em 1963. Deixou o clube em 1966 para atuar pelo Santos. Voltou às Laranjeiras em 1974 e participou da Máquina de 1975-76, bicampeã carioca.

Pelo Flu, o “Capita” disputou 165 partidas, 162 como titular, e marcou 19 gols.